Concretize E porque é Natal ... É o eu quero, eu quero ...

14/12/2016 por Ofélia Jesus

E porque é Natal ...

Com o Dezembro as lojas e as ruas enchem-se de motivos natalicios.

As pessoas andam em um frenesim de um lado para o outro é compras e mais compras.

Uma verdadeira locura desnecessária.

No meio da azáfama lembram-se dos acontecimentos e comportamentos do ano presente e

começam a engendrar os novos desejos de Ano Novo.

O mais comum é grande parte dos desejos serem os mesmo anos a fio, o que até se

compreende pois muitos dos desejos deveriam ser uma constante.

A questão é no próximo ano é que vai ser ...

- Quero fazer mais desporto e comer apenas o necessário

- Quero dedicar mais tempo a família

- Quero ter um tempo para mim

- Quero fazer uma viagem em vez de gastar dinheiro em bugigangas que não servem para nada

- Quero uma relação melhor com o meu parceiro

- Quero ajudar mais quem precisa

....

É o eu quero, eu quero ...

Se quer faça e faça já com consciência...

A parte da consciência é o principal ingrediente.

Dia após dia guarde uns minutos do tempo que dedica a si para com consciência

refletir nos resultados.

Agarre fortemente as sensações positivas das suas acções e continue a refleção

consciênte, com o tempo as acções com que sonhava há anos passam a ser uma constante na

sua vida.

Este processo é um caminho e mesmo os que lhe apanharam o jeito necessitam da reflecção

para não se perderem nos seus meandros.

Acredito que esta formula vai ajudar a um mundo melhor.

E com isto não quero de forma alguma que deixe de ter intenções de renovação normalmente feitas

com a aproximação de Ano Novo, apenas a forma e o espirito com que as faz passe a ser consciênte,

e com liberdade .

blog comments powered by Disqus
Kundaliní - Centro de Yoga © 2017